Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Num típico sábado de manhã tinha uma lista de tarefas para fazer, que incluía ir comprar as frutas e legumes para a semana, levar o filho mais novo a uma festa, fazer uma sopa,etc. Entretanto o pai e a filha mais velha ficaram em casa a estudar matemática (tarefa que deixo para o homem das matemáticas cá de casa, de bom grado). A seguir de uma ronha matinal e um pequeno almoço a 4, começou a azáfama do nosso fim de semana. Depois de muito procurar e consultar o GPS do carro e croqui do convite lá chegámos à tão desejada festa. Ao chegar vi que era mesmo ao lado de um café. “Que bom, vou beber um café quando sair”, pensei entusiasmada.

café.jpg

 Quando saí ia perdida nos meus pensamentos sobre qual a sopa que queria fazer e não parei para beber café. “Não faz mal, há uma café mesmo ao pé da frutaria e é muito bom!”. Quando estacionei saí do carro concentrada para não me esquecer dos sacos para trazer todas as compras que precisava (isto de ser ecológica dá trabalho!). “Oops, não bebi o café. Bebo à saída” pensei ainda com esperança.

Comprei tudo o que precisava e saí muito orgulhosa de não me ter esquecido de nada! Entrei no carro rumo a casa a pensar na lista de tarefas para fazer antes de ir buscar o filho mais novo à festa; “olha, bebo café em casa...”. por esta altura já começava a desanimar e ver o meu café como uma luz ao fundo do túnel que não se consegue alcançar!

Cheguei a casa, pousei os sacos das compras, verifiquei como estava a correr o estudo (estava tudo a correr melhor do que se fosse eu a estudar com ela). Pus mãos à obra, arrumei as compras, arranjei legumes, fiz sopa, etc. Café? Qual café?

Chegada a hora de ir buscar o filho mais novo lá fui eu de novo. Por esta altura já sonhava com o café ao lado da festa. Mas quando lá cheguei estavam também várias mães a chegar e pusemos nos todas a conversar. Quando dei por mim já tinha entrado no sitio da festa e nem tinha dado conta. Nada de café!

Cheguei a casa, sentamos nos à mesa para almoçar (obrigada marido, pelo almoço já feito... estava muito bom). Depois do almoço diz o marido assim: “queres um café?” AAAAAHHHHHH! SIM, quero muito um café...

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D