Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cá está mais um post sobre o natal… era de prever! Independente do natal ser uma festa religiosa e celebrarmos o nascimento de Jesus, cá em casa quem dá presentes é o Pai Natal. Isto por várias razões que agora não interessam para a conversa…

IMG_20161212_161302.jpgE por isso hoje queria refletir sobre um pouco sobre as promessas que fazemos nesta altura do ano e que envolvem Pai Natal, presentes e comportamentos. Muitas vezes e em muitas casas a coisa tem tendência a se passar do seguinte modo: nesta altura do ano dá-nos imenso jeito tentar controlar os comportamentos da criançada com promessas / ameaças vãs do estilo “se te portas mal o pai natal não te traz presentes”, “olha que o pai natal vê tudo o que tu fazes” e outras frases deste estilo. Na minha modesta opinião isto não faz qualquer sentido e tentamos não usar estas estratégias (para não lhe dar outros nomes). Porquê? Por três razões muito simples, que passo a explicar.

A primeira razão é porque estamos a prometer o que não fazemos intenções de cumprir. É claro que chegado o dia (ou a noite) de Natal as crianças recebem os seus presentes independentemente do seu comportamento dos últimos meses. Por isso, ou passamos por mentirosos ou passamos por não ter qualquer autoridade “disseste que o Pai Natal não dava presentes se eu me portasse mal!”. E nenhuma das duas opções é muito agradável!

Outra razão é porque utilizamos o Natal como recompensa ou castigo e não o é! É uma festa da família independentemente de tudo o que possa acontecer na nossa vida. Ninguém cancela nem o Natal, nem as prendas, nem deixa de fazer árvore, etc. (penso eu, claro! Se alguém fez por favor conte-me como foi, estou curiosa).

E a última razão, mas não a menos importante é que com promessas vãs estamos a tentar controlar as crianças através de estímulos externos e isso chama-se chantagem. Nós preferimos dar educação!

Por isso o meu desejo para este Natal é que toda a gente consiga VIVER verdadeiramente o seu espírito de Natal, com tudo aquilo em que acreditam e que faz parte das vossas celebrações. Que consigam aproveitar esta época (que eu adoro) com tudo o que tem de bonito e, claro, que as crianças se portem bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D