Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mãos na massa

12.03.16

Cá em casa gostamos de pôr as mãos na massa. Gostamos de fazer coisas, gostamos de nos sujar e gostamos de nos divertir. Se isto tudo for para cozinhar, ainda melhor!

Há pouco tempo aprendi com umas colegas do trabalho a fazer rolo de carne. Peço desde já desculpa, mas não tenho quantidades para partilhar. Não é que não queira revelar segredos (como é obvio, afinal estão a ler um post num blog!), mas ensinaram-me assim. Para quem ainda não sabe fazer, vou tentar explicar o melhor que posso.

Ingredientes:

Carne picada (o tipo de carne fica à vossa consideração, mas eu usei metade vaca e metade porco)

Pão tipo centeio ou outro escuro (quanto menos côdea, melhor)

Leite

Sal, pimenta, alho em pó, especiarias para temperar carne (eu usei tomilho bela-luz, alecrim, manjericão, orégãos)

Cenoura crua ralada

Preparação:

Pôr o pão numa taça de molho com leite suficiente para o cobrir e deixar amolecer. Temperar a carne a gosto, juntar a cenoura ralada e o pão amolecido. Misturar bem com as mãos até os ingredientes estarem todos ligados. Se quiserem rechear podem esticar o preparado de carne com um rolo da massa até formar um retângulo todo da mesma altura. Recheia-se a gosto (com espinafres ou cogumelos, queijo e fiambre, etc.), enrola-se para dar a forma de um cilindro, põe-se num tabuleiro untado com azeite e leva-se ao forno.

 A receita ficou ótima, mas lá em casa tínhamos que levar isto um pouco mais 20160310_200803.jpgalém. Então, usámos a mesma receita e fizemos em forma de almôndegas. Os miúdos ajudaram a fazer tudo, desde ralar as cenouras até amassar a carne. Depois cada um fez as suas almôndegas. Foi muito divertido.

Ficam duas dicas. 1ª:Também se pode rechear as almôndegas com os ingredientes que falei acima ou com outros a vosso gosto. Desta forma os legumes tão “difíceis” para algumas crianças (e adultos, admitam) estão escondidos no meio da carne, mas estiveram bem à vista e à mão durante a preparação. É uma forma das crianças de tomarem conhecimento e gosto pelas verduras e outros alimentos que normalmente são menos apetecíveis. 2ª: Pode-se fazer em quantidades maiores e congelar as que não se utilizar. Quando for preciso, é só descongelar à temperatura ambiente e cozinhar como normalmente. Bom apetite :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D